Portal do Agronegócio

22/05/2020
Cooperados da Copacol aptos ao Pronaf poderão ter ganho extra na venda de soja

Cooperados da Copacol aptos ao Pronaf poderão ter ganho extra na venda de soja
Os cooperados da Copacol passam a contar com o Selo Social, um programa do governo federal para incentivo aos produtores da agricultura familiar, que garante o pagamento de um bônus por saca de soja entregue à cooperativa.

O Selo Social oportuniza aos agricultores familiares a participação no mercado de biocombustíveis do país. A soja será direcionada para a produção de biodiesel. O Selo Social é concedido às usinas de biodiesel e os benefícios são repassados aos produtores da agricultura familiar pela cooperativa.

Poderão participar do programa exclusivamente produtores cooperados e aptos ao Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), com DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf) registrada na base de dados do Ministério da Agricultura.

COMO SE CADASTRAR
De 8 de junho até 15 de julho, os cooperados interessados deverão fazer o cadastro na sua Unidade da Copacol, com a DAP para assinar o contrato de compromisso de entrega da soja. A quantidade será definida conforme o tamanho da área cadastrada na DAP e média de produtividade do Deral (Departamento de Economia Rural), vinculado a Seab (Secretaria de Estado da Agricultura). “O produtor deve se antecipar e fazer a inscrição dentro do prazo. A cooperativa terá que apresentar quatro laudos técnicos de cada área, um deles bem antes do plantio. Precisamos de tempo para que os técnicos programem as atividades. É muito importante proporcionar ao nosso associado, que se enquadra na DAP, o recebimento desse bônus a cada saca de soja. O Selo Social permite que o produtor habilitado com a DAP tenha uma remuneração um pouco melhor por saca de soja – normalmente um real ou um pouco mais. É um valor significativo”, explica Valter Pitol, presidente da Copacol.

Diante do quadro preocupante da pandemia do Coronavírus (Covid-19), a Copacol agendará os atendimentos por telefone. A medida visa evitar aglomerações, visto que todas as precauções são rigidamente mantidas para evitar contaminações.

Produtores interessados poderão ligar na Unidade para obter mais informações e agendar o horário de atendimento. Os cooperados deverão ir até as unidades no horário marcado, usando máscaras e mantendo distanciamento social. “É necessário o produtor ter em mãos a DAP. Os escritórios do Emater e alguns sindicatos fornecem esse documento, que deve ser entregue à cooperativa para habilitação. Assim, no fim do ano, após a comercialização, o cooperado poderá receber o bônus”, diz Pitol.


CONTATO UNIDADES:

Cafelândia: (45)3241-8041 (número de WhatsApp comercial);

Jotaesse: (44) 3593-1069 (número de WhatsApp comercial);

Nova Aurora: (45)99860-8967 – (45)99936-8523 – (45) 3243-8108;

Jesuítas: (44)99933-0048;

Formosa: (44) 99878-4342;

Goioerê: (44)3521-8852 (número de WhatsApp comercial).