Portal do Agronegócio

01/07/2022
Excelência Piscicultura: Meta é melhorar os resultados

Excelência Piscicultura:  Meta é melhorar os resultados
Com meta de ser excelência em todos os seus processos, a Copacol está desenvolvendo diversas ações em todas as suas atividades e na atividade de piscicultura não é diferente, cujo desafio e alcançar e manter a média de 1.40 de conversão alimentar.

Para isso, as equipes envolvidas no processo produtivo estão se capacitando e o Programa Excelência Piscicultura está sendo desenvolvido com o objetivo de mobilizar as equipes a se engajarem na busca de soluções para melhorar os índices de produção.

O primeiro módulo foi realizado no CPA (Centro de Pesquisa Agrícola), do qual participaram colaboradores das áreas: Fábrica de Ração, UPA (Unidade de Produção de Alevinos), Assistência Técnica, Logística e Nutrição.

O professor Wilson Rogerio Bastos, da Unioeste (Universidade Estadual da Paraná), polo de Toledo, apresentou os desafios e enumerou os principais fatores que interferem na conversão alimentar, entre eles, ele destaca, genética e meio ambiente.

“O melhoramento genético demanda um tempo maior para dar resultados, inclusive está em prática na Cooperativa e as oportunidades nas questões de manejos alimentar e de qualidade de água. Para que esses apresentem melhores resultados, apresentamos novas técnicas, a partir de estudos e pesquisas recentes, com novos métodos de alimentação, com mais tratos durante o dia e melhorias nas questões de ambiência, como a qualidade de água, alcalinidade e oxigênio dissolvido”, enumera.

O superintendente de produção, Irineu Dantes Peron, reforça que o Programa Excelência Piscicultura busca a capacitação dos profissionais para a transmissão de tecnologia na busca de melhores resultados para a Cooperativa e produtor. "A piscicultura tem crescido ao longo dos anos na Copacol, fato que chama atenção de outras empresas que estão aderindo a esse mercado, que fica cada vez mais competitivo e isso nos leva a buscar novas práticas de manejo, melhorar nossa atuação na atividade e a Copacol por ser pioneira tem que estar sempre na frente. Os desafios são constantes e são superados através de pessoas, por isso que esse programa vem a solidificar o aprendizado e a conquista de melhores resultados”, afirma Irineu.

Colaboradora do laboratório da UPA, Joana Advente diz que a capacitação é uma oportunidade que cada um tem para melhorar suas atitudes, e só com o empenho e dedicação de todos, é que se chegará aos resultados almejados. “Os treinamentos são oportunidades que temos para despertamos e agirmos com atitudes diferenciadas, ou seja, é um vigor a mais para a nossa vida profissional”, destaca.