19/03/2019 Cooperativa Central Unitá amplia a comercialização com mercado externo

Quando olhamos para o indicador da comercialização de produtos da Unitá, percebemos que esta é uma Cooperativa preparada para alimentar com qualidade todo o mundo. Os números levantados reforçam este contexto, isto porque, hoje 70% da produção tem como destino o mercado externo.

“Atualmente, exportamos para mais de 35 países, com um total de 350 containers carregados por mês. Estes números são prova de que a Unitá é uma indústria preparada em tecnologia e qualidade ao oferecer os melhores produtos da carne de frango do Brasil para o mundo”, explicou o gerente industrial, Moises Grespan.

Primeiro colocado no ranking de exportação da Unitá, o continente africano aponta mais de 15 países no consumo dos produtos processados na Central entre eles: a Angola, a África do Sul e a Namíbia. Na sequência aparecem os países do Oriente Médio com destaque para toda a região do Golfo, Iraque, Emirados Árabes e Jordânia.

Presente também na Ásia, a Unitá exporta seus produtos para países como o Japão e Hong Kong. E por fim, as mais de 230 mil aves abatidas ao dia são direcionadas para o continente americano com ênfase para as Ilhas do Caribe e os dois novos clientes recentemente habilitados: Chile e México.

“Este é um momento muito importante para nossa Cooperativa, afinal estamos dando um passo significativo para o aumento da produção. Como consequência estes produtos precisam de novos destinos para manter a competitividade e diversificação de riscos. A abertura de novos mercados faz com que possamos contribuir com a Central na diversificação em produtos com destino ao mercado externo”, comentou o gerente de vendas do mercado externo, Genezio Clemente Junior.

Central alavanca negociações com a América Latina

Contemplando a abertura de novos mercados, a implantação da segunda linha de abate da Unitá, já aponta resultados positivos são eles a abertura de dois novos mercados externos durante os últimos meses: Chile e México.

“O México é um mercado com o qual teremos uma importante participação nas exportações, eles são grandes consumidores de cortes como filé de peito, peito com osso, asa, coxa e CMS (Carnes Mecanicamente Separadas) ”, destaca Moises.

As primeiras cargas com destino ao Chile e México saíram da Unitá durante o mês de fevereiro, o momento foi comemorado por todos, afinal a expectativa é de que a Cooperativa alavanque ainda mais suas negociações com os países da América Latina.

“Nos próximos meses a Unitá já tem agendada diversas visitas de clientes chilenos e mexicanos. Além disso, a Cooperativa também deverá abranger novas oportunidades em feiras de alimentos, mostrando que estamos habilitados a exportar e que temos qualidade para oferecer a estes países”, menciona Junior.