Rações / Dicas

A Importância da Desmama na Produção Leiteira

A criação de bezerras jovens em uma fazenda de leite é extremamente importante. Boas bezerras vão se transformar em boas vacas, com boa produção de leite, saudáveis e com longevidade. Todas essas características positivas na idade adulta começam com o bom manejo das bezerras jovens, principalmente nos 2 a 3 primeiros meses de vida. Um manejo inadequado nessas primeiras semanas de vida geralmente está associado ao um alto índice de mortalidade e de doenças durante esse período. Esses problemas irão acarretar uma menor produtividade do rebanho como um todo.

É comum observar bezerras sendo desmamadas a partir de um único critério - idade: 1, 2 ou 3 meses de vida. No entanto, dependendo do manejo realizado até então, é possível que elas não consigam ingerir quantidades suficientes de alimento sólido e se sustentar sem o leite. Logo, desmamá-las a partir do critério idade pode ter consequências graves, já que bezerras subnutridas são mais susceptíveis às doenças e, consequentemente, à morte.

Os principais critérios para a desmama são consumo de alimentos sólidos - mais especificamente concentrados - e peso.

Bezerras que iniciam o consumo de alimentos sólidos mais cedo podem ser desmamadas mais precocemente do que aquelas cujo consumo é muito baixo, A desmama precoce traz como vantagens a redução do período de dieta líquida, o que diminui o tempo gasto com mão de obra para o fornecimento de leite aos bezerros e diminui os custos com a alimentação destes animais, já que o leite é mais caro do que alimentos sólidos, as características do concentrado oferecido à bezerra são muito importantes para que se otimize este processo.


Outras dicas:

Estágio de Lactação e Gestação de Vacas Leiteiras

Já falamos sobre a importância da mineralização no rebanho leiteiro, Pré parto, Capacidade absortiva e que a Boa alimentação gera resultados. Para que tenhamos resultados com as dicas anteriores precisamos conhecer as fases alimentares das vacas leiteiras, pois a necessidade (requerimento) em cada fase muda.

1. Início de lactação - 0 a 70 dias, pico de produção de leite.

2. Pico de consumo de alimento - 79 a 140 dias, declínio da produção de leite.

3. Metade e final da lactação - 140 a 305 dias, declínio da produção de leite, gestação

4. Período seco - 60, em alguns casos 40 a 14 dias antes da próxima lactação, gestação

5. Transição e período pré-parto - 14 dias até a parição.

É muito importante que conhecemos estas fases, assim será fornecido corretamente o volume de matéria seca, proteína, energia e suplemento mineral. O fornecimento correto trará mais resultados para a produção, melhor índice reprodutivo, menor índice de retenção de placenta, melhora no sistema imunológico e com tudo isto teremos melhor produção de leite.


A importância da mineralização no rebanho Leiteiro

Em vacas leiteiras, a mineralização tem como prioridade a melhora no desempenho reprodutivo, que consiste na diminuição do intervalo entre partos e aumento na taxa de concepção. Além dos efeitos na reprodução, a suplementação aumenta a produção e melhora a qualidade do leite, reduzindo a contagem de células somáticas.

Os minerais com maior influencia na função reprodutiva dos animais são:

  • Cálcio (Ca)
  • Fósforo (P)
  • Zinco (Zn)
  • Cobre (Cu)
  • Selênio (Se)
  • Manganês (Mn)
  • Cobalto (Co)

A deficiência de mineral afeta de forma significativa a função reprodutiva de vacas leiteiras, entretanto a carência e ou excesso de minerais nem sempre desenvolvem sinais clínicos, apresentando-se geralmente na forma silenciosa, ou seja, subclínica.

Recomenda-se que os minerais sejam fornecidos associados a concentrados ou suplementos, pois o consumo normalmente utilizado pelos criadores, não alcança níveis adequados.


O pré-parto

Porque trabalhar com um alimento específico no Pré-Parto? Nesta fase ocorre situações muito importantes para o sucesso da lactação da vaca:

  • Regeneração das células do úbere.
  • Produção de colostro.
  • Ótimo desenvolvimento do feto.
  • Baixa produção de células de defesa e demais. (São fatores que interfere no resultado, mas não é uma vantagem).
  • Alta demanda de cálcio.
  • Queda de consumo de alimento.

A alimentação adequada no pré-parto permite que a vaca expresse o máximo do seu potencial produtivo através:

  • Fortalecimento do sistema imunológico da vaca, com menores índices de doenças no pico de produção.
  • Redução dos problemas Pós-Parto, quando ocorre as principais causas de mortalidade e descarte de animais nos primeiros 60 dias.
  • Incremento na produção de leite pode melhorar a quantidade e a qualidade de leite.

Capacidade absortiva

O precoce desenvolvimento ruminal de bezerras permite o melhoramento de uma importante característica do trato digestório de ruminantes: a capacidade absortiva.

Para que isso aconteça de forma eficiente é necessário o correto fornecimento de alimento sólido de qualidade (ração), pois o consumo promove um melhor desenvolvimento ruminal comparado a outro alimento sólido.

Objetivos para criação de bezerra:

  • Dobrar o peso com 60 dias de vida.
  • Aos 13 meses, ter 50% do peso das vacas adultas da propriedade.
  • Aos 15 meses, entrar em atividade reprodutiva.
  • Aos 24 meses, parir com 85% do peso de vaca adulta.

Proteína Animal

O leite é uma das melhores fontes de cálcio disponível. Por isso, este alimento é essencial para a saúde dos ossos e dentes e seu consumo irá prevenir a osteoporose (doença que enfraquece os ossos).

Além disso, a bebida pode contribuir para a perda de peso, proporciona bem estar e ainda prevenir diabetes tipo 2. O alimento é um aliado de quem pratica exercícios físicos e é especialmente necessário na infância e adolescência, mas importante até a terceira idade.


Boa alimentação gera resultados

Na pecuária leiteira moderna a nutrição animal é de relevada importância. Além de ser responsável pela maior ?fatia? de custos individuais da atividade, é por meio do manejo correto que o desempenho dos animais pode ser potencializado, alinhado ao fornecimento direto e adequado de nutrientes.

Em um cenário de desafios econômicos, principalmente no que tange à alimentação, é primordial o uso de estratégias que visam profissionalizar o manejo alimentar, resultando em maior eficiência no processo.

No entanto, essa prática só pode ser bem sucedida se a qualidade de nutrientes fornecidos e ingeridos atendam as necessidades dos animais. Por isso, nós das rações Bovimais Copacol, conhecedores de nutrição animal e pioneiros em qualidade de produção de alimentos para produção animal, dispomos de produtos que melhorar a eficiência produtiva da atividade leiteira, gerando um melhor custo benefício.


SAC: 0800 451313
De segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h30
Copacol - Apaixonados por sabor
Desenvolvido por BRSIS | T12