Rações / Notícias

07/07/2017

Período de transição das vacas leiteiras

Período de transição das vacas leiteiras

Na bovinocultura de leite, os animais passam por vários períodos e um dele é o de transição que consiste em um espaço de tempo de três semanas antes do parto (pré-parto) e três semanas após o parto (pós-parto). Este é um período em que as vacas passam por uma grande alteração metabólica e fisiológica se preparando para o parto e posterior lactação.

Neste período o animal sofre alterações hormonais devido à proximidade do parto e requer maior demanda de nutrientes para produção de colostro e leite, desenvolve continuamente a glândula mamária, o feto cresce mais rápido e é necessário que ela fique separada das demais antes de parir e reintegrada às demais após o parto. Esses são os principais fatores que têm como consequência a redução de matéria seca.

Quando o animal passa por este período é preciso que haja um controle do ECC (Escore Corporal), que é a estrutura física da vaca e este vai numa escala de 1.00 a 5.00 pontos, sendo que o ideal está entre 3,50 e 3.75, que também deverá ser mantido no período seco.

O médico veterinário Ricardo de Paula Guimaraes, diz que está estabelecido na literatura que vacas que parem com um ECC superior a 3,75 apresentam maior propensão a cetose, febre do leite e deslocamento do abomaso (parte do trato digestório) e de maneira geral apresentam menor apetite.

“Afim de maximizar a produtividade e assegurar um bom desempenho reprodutivo, as dietas de transição precisam ter concentrações energéticas e protéicas mais elevadas e a ração BM 03 ração pré-parto Bovimais, tem apresentado excelentes resultados e é indicada para animais que estão em período de transição no pré-parto”, explica o veterinário.

SAC: 0800 451313
De segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h30