15/03/2018 Colaboradores do Abatedouro de Peixes participam de simulado de abandono de área

Pautada na segurança de seus colaboradores e ao mesmo tempo cumprindo com as determinações do Corpo de Bombeiros do Paraná, conforme consta a NPT 016, que determina a realização de simulados pelo menos a cada seis meses, 435 colaboradores do Abatedouro de Peixes em Nova Aurora, participaram do procedimento de abandono de área na manhã de ontem, dia 13.

Também foram realizadas ações pela área de Medicina do Trabalho, com as técnicas de enfermagem, Daniely dos Santos Correa e Joseane Schwatz que atuam no Abatedouro e pela enfermeira, Rosangela Cristina Geraldo dos Santos. As referidas profissionais realizaram as simulações de emergências de fraturas, queimaduras químicas e queimaduras térmicas.

Na ocasião foi realizada a simulação nas questões de resgate a emergências químicas desempenhadas pelos profissionais da Sala de Máquinas em conjunto com a Brigada de Incêndio do Abatedouro de Peixes, seguindo o plano PAE/HAZMAT (Plano de Atendimento a Emergências e Vazamento de Produtos Perigosos) e entregue aos cuidados da Medicina do Trabalho onde utilizaram como parâmetro de atendimento o MET (Manual de Emergências Toxicológicas).

Todas as operações foram coordenadas pela equipe do SESMT(Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho), com os profissionais Alessandro Szydlowski Técnico em Segurança do Trabalho do Abatedouro de Peixes , Alexsander Biasotto Engenheiro em Segurança do Trabalho, Gislaine Garcia Esser Técnica em Segurança do Trabalho e Rudinei Afonso de Andrade Técnico em Segurança do Trabalho.

De acordo com o Bombeiro Civil e Técnico em Segurança do Trabalho, Alessandro Szydlowski, a ação atendeu todas as expectativas e contou também com o apoio da Defesa Civil de Nova Aurora. “Destacamos a importância da realização dos simulados de abandono para garantirmos a excelência na execução de resgates e atendimentos a emergências químicas, e assim garantir que o abandono de área preserve a integridade física e psicológica dos colaboradores que trabalham em nosso abatedouro”, afirma Alessandro.

Para concluir ele agradeceu a gerente do Abatedouro de Peixes, Lais Peça, a CIPA(Comissão Interna de Prevenção de Acidentes), Brigada de Incêndio e a equipe de produção, pelo sucesso da ação.